Endereço: Av. José de Souza Campos (Norte-Sul) 1073, Sala 001 – Ed. Helbor Offices | 13025-320 | Cambuí | Campinas/SP

DTM e Dores Orofaciais (dores de cabeça, no rosto, apertamento dental e bruxismo)

Muitas pessoas sofrem com dores de cabeça frequentes, apertamento dental, dores no rosto – que também são conhecidas como dores orofaciais – e outros incômodos que acreditam serem normais ou nada preocupante. A verdade é que, em alguns casos, as dores citadas anteriormente podem estar relacionadas às disfunções temporomandibulares, ou DTM. Você já ouviu falar sobre isso? Sabe o que significa? Então preste atenção nas informações a seguir para saber do que se trata a DTM e ficar sabendo também se isso pode estar acontecendo com você!

Também chamadas de disfunções da ATM, as disfunções temporomandibulares são problemas ocasionados por alterações nas articulações maxilares, no maxilar ou nos músculos da mastigação que, por vezes, acaba por gerar as dores orofaciais e dores de cabeça. Essas disfunções também podem gerar o bruxismo.

Para que você entenda agora o que são as disfunções temporomandibulares, é importante saber primeiramente o que é a articulação temporomandibular. Essa articulação é a responsável por ligar a sua mandíbula ao osso temporal do crânio, que se posiciona à frente das orelhas, dos dois lados da cabeça. A articulação temporomandibular é flexível, justamente para que você consiga realizar os movimentos de falar, mastigar e morder os seus alimentos. Enquanto isso, os músculos da mastigação, ficam ao redor da articulação, permitindo que você consiga controlar, de maneira mais eficaz, os músculos e a posição da sua mandíbula.

Agora que você já sabe o que é essa articulação da qual estamos falando, fica mais fácil entender as disfunções que acontecem nela. Qualquer problema relacionado às articulações da mandíbula ou dos músculos da mastigação, se trata então de uma disfunção temporomandibular. E quando isso acontece, é muito fácil de perceber. Os primeiros sintomas são: dificuldade de mastigar, desconforto ou dor em algumas áreas do rosto e no pescoço, sensação de maxilar preso, zumbidos nos ouvidos, inchaço em um dos lados da face e sensação de cansaço no rosto. É também o que a maioria conhece por bruxismo, que pode até parecer um problema simples, mas que acaba afetando a sua qualidade de vida.

Não existe uma causa específica para que essas disfunções aconteçam. Em algumas pessoas, esses problemas podem estar relacionados a outras doenças, como a artrite, por exemplo. Mas na maioria das vezes, não existe uma causa específica. Portanto, é justamente por isso que os cuidados devem ser redobrados.

A faixa etária mais propícia para sofrer as disfunções temporomandibulares é dos 20 aos 40 anos, mas nada impede que pessoas de outras idades também não venham a sofrer com o problema. O ideal para evitar que esse problema se agrave é procurar a ajuda de um especialista assim que começar a perceber os primeiros sintomas.

Lembre-se: sentir dor não é nada normal! Portanto, ao sentir qualquer tipo de incômodo na movimentação do maxilar, procure um profissional dentista, ou então, um cirurgião buco-maxilar para avaliar o seu caso e indicar o melhor tratamento para você. Quanto antes você começar com o acompanhamento e der início ao tratamento, menores serão as chances de traumas, ou seja, de lesões que demoram muito tempo para serem curadas.

Em alguns casos, o tratamento é à base de medicamentos, enquanto que nos casos mais graves, o método indicado é a cirurgia. O importante é que você se consulte sempre com um profissional de confiança, que irá te ajudar a manter a sua qualidade de vida sem se preocupar com essas dores desnecessárias.

 

Leave Comments

Top
×
Olá! Podemos te ajudar?