PERIODONTIA

11.png

A doença periodontal é vista como um indicador de risco para a ocorrência de doenças cardiovasculares, entre elas o infarto e a endocardite bacteriana.
Embora não se tenha total respaldo da literatura sobre o tema, basicamente quando ocorre a bacteremia (processo pelo qual as bactérias bucais penetram na corrente sanguínea), em indivíduos predisponentes, tais enfermidades poderiam ocorrer, tendo como origem o processo infecto-inflamatório chamado periodontite.
Trabalhos recentes mostraram que, uma vez que o paciente seja controlado, o tratamento da periodontite auxilia no controle glicêmico, colaborando para o tratamento da Diabetes.
Sendo assim, a correta higiene bucal é o principal fator de prevenção de doenças periodontais, uma vez que as bactérias (biofilme) são o agente etiológico principal do processo.
Dessa maneira, é importante o paciente notar a presença de sangramento gengival. Caso isso esteja ocorrendo recomenda-se que o indivíduo busque um especialista (Periodontista) para um exame detalhado chamado: Periograma.


(fonte: CROSP)